Suica e Pasmo: os cartões que vão facilitar sua vida nos transportes do Japão

O Suica, emitido pela JR, tem esse pinguim fofo

Que a rede de transportes coletivos no Japão é sensacional a gente já sabe. Mas o que fazer quando nos deparamos com um painel desses quando queremos saber qual bilhete comprar?

Tá fácil descobrir o preço da tarifa… 😛 (Foto: Dreamstime)

Em todo o país, a rede ferroviária é comandada por empresas diferentes. Além da gigante JR – Japan Railways, temos a Keio, Odakyu, Tobu, Keisei – só para citar algumas. Muitas delas também operam linhas de ônibus. Para os marinheiros de primeira viagem, é importante falar que os trens são muitíssimo usados nos deslocamentos urbanos em Tóquio e em outras cidades, junto com o metrô. E, falando em metrô, só em Tóquio temos duas companhias diferentes: a Tokyo Metro e a Toei Subwai. Cada companhia cobra tarifas diferentes e o preço da passagem varia em função da distância percorrida. 

Mas como o Japão é o país da conveniência, os IC Cards estão por aí para facilitar nos deslocamentos do dia-a-dia. IC Cards são cartões magnéticos recarregáveis que são usados para efetuar o pagamento de tarifas nos transportes públicos no lugar de bilhetes avulsos, comparáveis ao Bilhete Único usado em São Paulo ou ao Oyster Card de Londres. 

Em Tóquio, temos duas opções: o Suica, emitido pela JR, e o Pasmo, que é emitido pelo Metro. Ter apenas um desses cartões já basta para as suas andanças pela metrópole. E o melhor de tudo: eles também são aceitos em outras cidades e regiões do país, fazendo parte de um sistema totalmente unificado.

Cada região tem seu cartão magnético. Se você começa a viagem por Kyoto, você poderá obter um Icoca (o “Suica” da região de Kansai). Ou, se começar em Nagoya, terá acesso ao Manaca ou a um Toica. Esses cartões também são válidos em Tóquio, por exemplo. A única restrição em relação a esse tipo de uso é quanto à devolução para obter o reembolso de 500 ienes, já que o cartão de uma determinada área não poderá ser devolvido em outra área. Mas isso também não é um grande problema – eles acabam se tornando um souvenir da viagem e você pode guardá-lo até a sua próxima ida ao país :).

Mais informações a seguir.

Onde conseguir um cartão Suica ou um Pasmo?

Esses cartões podem ser comprados nas máquinas automáticas dentro das estações de trem da JR ou de metrô em Tóquio. E fiquem tranquilos pois é possível optar pela navegação em inglês. O custo total mínimo é de 1000 ienes no caso do Suica (500 de crédito inicial e 500 de caução), ou 1500 ienes para o Pasmo (1000 de crédito e 500 de caução). A taxa-caução é reembolsada ao devolver o cartão no final da viagem. 

Suica ou Pasmo: qual usar? 

No geral, vai depender de qual será o seu primeiro trajeto na cidade: se vai usar o trem ou o metrô. Em termos de funcionamento, Pasmo e Suica são iguais. A vantagem do Pasmo é que na hora de devolvê-lo para obter o reembolso dos 500 ienes, o metrô devolve integralmente o saldo remanescente não usado. Na devolução do Suica, a JR retém 220 ienes do que ficou no cartão.

Como efetuar a recarga do Suica ou do Pasmo?

A recarga é feita nas máquinas automáticas dentro das estações. Sempre há opção de menu em inglês e todo o procedimento é bem rápido e simples: basta acompanhar o passo-a-passo na tela. Importante: é necessário estar com dinheiro vivo para fazer a recarga.

Como usar os IC Cards?

Ao passar pela catraca, tanto na entrada quanto na saída das estações, encoste o cartão no leitor. Ao sair da estação, é necessário passar com o cartão novamente para que a catraca abra. Caso esteja sem fundo suficiente, a catraca vai fechar, impedindo a sua passagem, e você terá que abastecer o cartão na máquina. Para evitar essa situação, principalmente quando o fluxo de pessoas que passa pela catraca é grande, é bom ficar de olho no saldo do cartão, que sempre aparece numa tela próxima ao leitor.

O mesmo vale para os ônibus que trabalham com esse sistema: ao subir, bata o cartão no leitor e repita a operação logo antes de descer, no aparelho que costuma ficar próximo ao motorista.

Este é um leitor de IC Card: é igual nas estações de metrô, de trem, nas lojas e vending machines.

Como obter o reembolso de 500 ienes ao final da viagem?

A taxa-caução de 500 ienes poderá ser recuperada ao devolver o cartão, no fim da sua viagem. Basta procurar o balcão/guichê que fica dentro das estações em Tóquio. O cartão Pasmo deve ser devolvido ao Metro e o Suica, à companhia JR. Porém, como mencionado antes, os cartões devem ser devolvidos ainda dentro da região do emissor. Suica e Pasmo não podem ser devolvidos em Kyoto, por exemplo. Para saber mais sobre a área de abrangência de cada cartão, clique aqui.

Outros usos dos IC Cards: táxi, lojas de conveniência e vending machines

Os cartões não ficam restritos aos transportes públicos: podem ser usados para efetuar pagamentos em algumas lojas, restaurantes, máquinas de bebidas que encontramos em cada esquina e até mesmo em táxis. Se o estabelecimento ou serviço em questão tiver o leitor, é só apresentar o cartão na hora do pagamento.

Suica e Pasmo x JR Pass

O uso de um desses IC Cards não vai anular a necessidade de obter um JR Pass ou outros passes de desconto para a sua viagem. IC Cards não são aceitos na grande maioria de trens-bala do Japão, nem nos ônibus intermunicipais. Escrevi um guia completo sobre o JR Pass aqui.

Suica e Apple Pay

É possível cadastrar um cartão Suica no Apple Pay e usar seu Iphone para pagar pelos deslocamentos e compras onde o Suica é aceito. Informações detalhadas de como fazer essa habilitação estão aqui no site da Apple.

Saindo do Brasil já com o Suica garantido

Para quem quer tranquilidade e poupar o tempo de se entender com as máquinas automáticas, é possível garantir a compra do cartão Suica antes mesmo de chegar no Japão. A agência HIS, uma super parceira do blog, vende os cartões já com uma recarga de 4.000 ienes (aproximadamente 40 dólares). O crédito que não for utilizado durante a viagem pode ser reembolsado nas estações da JR em Tóquio. O cartão é enviado diretamente para o seu hotel e estará prontinho para retirada na hora do check-in.

Como se não bastasse esse conforto todo, leitores do blog têm 5% desconto em diversos serviços e produtos da agência, como no aluguel do pocket wi-fi (solução de internet super prática) e também na compra do Suica – basta mencionar que viu a promoção aqui! Além de ter o desconto, você me ajudará a produzir mais conteúdo com mais dicas bacanas! <3

O e-mail de contato na HIS Brasil é: sao-lazer@his-world.com

Ou, se preferir, é só pedir um orçamento preenchendo o formulário abaixo, que vai direto para a caixa de e-mails da HIS 😉

Aliás, se você está planejando sua viagem pelo Japão e quer dicas de experiências e orientações práticas, dá uma olhada no meu serviço de consultoria de viagem 😉

Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *