Ichi-go-ichi-e e histórias de encontros únicos em uma viagem pelo Japão | Podcast 9

Hipnotizada pelo Rio Yoshino, no deque da Casa de Cedro: aqui o tempo passa de um jeito diferente

Ichi-go-ichi-e é um provérbio japonês que pode ser traduzido como “cada encontro é único”. Inspirada por esse tema, nesse episódio falo sobre arte, arquitetura, turismo local e, principalmente, sobre encontros breves e marcantes com pessoas que conheci em uma das minhas viagens pelo Japão.

Como sempre, aqui no blog eu compartilho algumas referências que eu comento no podcast. Se ainda não ouviu, te convido a dar play agora 😉

Também está disponível no Spotify, Deezer, Google e Apple – procura por “Peach no Japão”!

Yukinori Yanagi – “Bandeira do Mundo, Fazenda de Formigas”

Essa obra fez parte da 23ª Bienal Internacional de São Paulo, realizada em 1996. Bandeiras de países formadas por grãos de areia coloridos eram transformadas com a ação de formigas saúvas, que transportavam os grãos, “derrubando”, assim, as fronteiras. Mais imagens aqui.

The World Flag Ant Farm, 1990 (fonte: yanagistudio.net)

Retrato feito por um morador de Naoshima

Em uma das ruelas charmosas de Naoshima

Para saber mais sobre Naoshima, tem este post sobre a obra de Tadao Ando e também mais este, com dicas práticas de como explorar as ilhas de arte.

Jornalzinho que ganhei do senhor de camisa florida de Inujima

Destaque para o Museu Naval de Kure, cidade da província de Hiroshima, onde meu companheiro de jornada de ônibus nasceu

Ryoko-san e o café da manhã preparado na Casa de Cedro de Yoshino

Ryoko-san e outra moradora do vilarejo, que ajuda na manutenção da casa (Foto: Piti Koshimura/Peach no Japão)
Café-da-manhã maravilhoso preparado por Ryoko-san (Foto: Piti Koshimura/Peach no Japão)

Se te interessou, vale a pena conferir este post para ver as fotos da Casa de Cedro de Yoshino, um projeto maravilhoso do arquiteto Go Hasegawa.

Quer ler mais das minhas histórias de ichi-go-ichi-e? Tem mais!

Compartilhe:

Comentários

comments

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *