Muito além da tradução: palavras japonesas especiais | Podcast #5

Vou deixar vocês adivinharem a palavra que esta imagem pode representar (Foto: halfrain / Creative Commons)

Uma das coisas que mais me fascinam é aprender novas ideias e maneiras de pensar ao conhecer mais a fundo a língua japonesa. Por isso, para este novo episódio do podcast Peach no Japão, reuni um time de 8 estudiosos do idioma para escolher uma palavra ou expressão que considerem especial ou diferente. Ao final, eu também compartilho uma palavra que eu acho bem bonita e que nos ensina um modo diferente de perceber coisas aparentemente banais.

Para ouvir, clique aqui:

Também disponível no Spotify, Deezer, Apple e Google, como “Peach no Japão”.

E aqui, como de costume, vão algumas referências relacionadas a cada termo e também o contato de cada um desses convidados super especiais.

  1. Tai Onuki | Arigatou | ありがとう
    A Tai é professora da Aliança Cultural Brasil Japão, em São Paulo/SP, e produz um conteúdo super bacana com muitas dicas para quem está estudando japonês, sempre de um jeito super bem-humorado!
    Instagram: @japonescomatai
    YouTube: Aprender Japonês com a Tai

2. Tarou Yamada | Osu | 押忍
O Tarou é esse figura aqui! Acompanhem as redes dele para saber sobre a origem das palavras, história, gírias e aprender o japonês falado pelos japoneses, tá ligado? O cara manja MUITO e compartilha tudo isso gratuitamente. Para quem patrocina o seu trabalho, ele libera materiais de estudo extras.
Instagram: @ta68mada
YouTube: ta68mada
Para apoiar: https://www.apoia.se/ta68mada

Esse é o vídeo da série da Honda que eu comento no podcast – será que o Tarou tá por aí?

3. Anna Ligia Pozzetti de Abreu | Komorebi | 木漏れ日
A Anna é tradutora, intérprete e fundadora da Komorebi Translations, que oferece soluções linguísticas em português, japonês e inglês. Se você gostou da linda explicação que ela faz da palavra komorebi, vai gostar de acompanhar seu perfil do Instagram, no qual ela compartilha preciosidades da cultura japonesa e também curiosidades do seu trabalho.
Instagram: @komorebitranslations

Anna Ligia ao final de um trabalho de interpretação. Otsukaresama!

4. Marcelo Hakozaki | Yoroshiku onegai shimasu | よろしくお願いします
O Marcelo mora no Japão e é tradutor associado à federação de tradução do país. Ele mantém um grupo de estudos com outros profissionais da área, chamado de Nippo Connections. Confere aqui!
Site: http://www.millyas.com
Grupo de estudos: http://www.nippoconnections.jp

5. Sarah Kimura | Okaasan & kamisan |お母さん & かみさん
A Sarah mora no Japão desde 2000 e, desde então, vem estudando sobre a cultura e a língua japonesa, que, assim como a língua portuguesa é rica e cheia de nuances, segundo ela. Além de ser tradutora e intérprete, a Sarah é produtora audiovisual para a mídia japonesa e brasileira. Um dos seus trabalhos foi como produtora local do programa “Caminho Zen”, da GNT, apresentado pela Monja Coen e a Fernanda Lima, disponível online aqui.
Instagram: @sarinhakimura

Sarah Kimura e a equipe do programa “Caminho Zen”, gravado no Japão em 2019

6. Felipe Alcântara | Seikatsu | 生活

Pude ver o Felipe de Alcântara arrasando na interpretação de uma palestra da professora Makiko Kitani sobre o escritor Yukio Mishima, num evento que rolou na Japan House, em São Paulo. O Felipe é graduado em Letras com habilitação em japonês pela USP e hoje é Coordenador de Relações Internacionais no governo Província de Shimane pelo JET Programme do governo japonês, atuando com traduções, interpretações e eventos de promoção à multiculturalidade com a população local.
Instagram: @felipe_alnas

Felipe apresentando o básico sobre o Brasil para as crianças da Escola Primária Afiliada à Universidade de Shimane, no Japão

7. Tiemi sensei | Osewa ni narimashita | お世話になりました
Conheci a Tiemi sensei pelo Instagram e me encantei pela sua fala doce e jeito delicado! Ela dá aulas de japonês online e presenciais, individuais, em grupo ou em empresas. Para quem está aprendendo, ela posta muitas informações bacanas.
Instagram: @tiemi.sensei

Essa lindeza é a professora Tiemi, que explica a expressão que envolve gratidão

8. Luiz Fukushiro | Kachofugetsu | 花鳥風月
O Luiz me ensinou a base de nihongo antes de eu vir para o Japão pela primeira vez, em 2013. Ele é designer, calígrafo, doutor em educação e pesquisador de cultura japonesa.

Para quem se interessou pelo termo escolhido, ele compartilhou essas duas obras de Utagawa Kunisada trabalhando sobre os caracteres desse conceito:
https://www.britishmuseum.org/collection/object/A_1907-0531-0-205-1-3
https://www.britishmuseum.org/collection/object/A_1906-1220-0-1110

Como comentei no episódio, o Luiz participou do programa “Tempero de Família”, apresentado pelo Rodrigo Hilbert. Sua demonstração de shodô, a arte da caligrafia japonesa, pode ser conferida aqui.

E, especialmente para este post, ele fez essas duas obras lindas com a caligrafia da palavra “kachofugetsu” nos ideogramas japoneses:

Kachofugetsu, por Luiz Fukushiro
A mesma palavra, numa versão mais artística – por Luiz Fukushiro

Instagram: @fksr86

Obrigadíssima a todos vocês que participaram desse episódio e dividiram tanto conhecimento conosco!

Compartilhe:

Comentários

comments

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *